1549.01388.38624 1 0 4000 1 http://blacksheepproject.com.br/blog 300

Novos mercados e representatividade no entretenimento independente

0 Comentários

O produtor Edu Santos e a cantora e compositora Tássia Reis deram o tom e o conteúdo sobre entretenimento independente na segunda edição do AFTERNOW, que aconteceu no dia 7 de maio, no PIER X, em Porto Alegre. O evento também recebeu Clara Soares e Rhuan Santos, do Coletivo BRONX, balada que tem atraído público interessado em hip hop e cultura alternativa na capital gaúcha.

Edu que trouxe toda sua experiência no mercado da música. Ele falou de festivais de música independente que vem crescendo, como o Pepsi Twistland; das oportunidades de trabalho com a intensa produção de séries para o Netflix, por exemplo, já que todas precisam de produção musical e do crescimento desse mercado, que no ultimo ano foi de 9.7%. “Tem muito trabalho  e novas formas de atuar. Teve uma música que produzi e mandei apenas para alguns grupos de whats app, e em pouco tempo já tinha uma empresa interessada em usar ela na propaganda de sua nova coleção de calçados”, contou.

“Conheci a cultura hip hop com 14 anos e foi como um portal pra mim”, assim Tassia começou a contar sua trajetória, que teve início em Jacareí, interior de São Paulo. Depois de um período se dedicando a dança, na adolescência, e de fazer faculdade de moda, em 2009 começou a escrever e, em 2013 lançou seu primeiro single. Tudo foi acontecendo muito naturalmente e sua música foi ganhando espaço através da internet. “Comecei a perceber a importância que o artista independente tem no seu nicho”, disse. Aos poucos, a artista foi construindo sua identidade, muito ligada a moda, cultura negra e feminismo. E foi chegando o interesse das marcas, primeiros as novas e independentes, até grandes, como Avon, para projetos. “Muitos acham que precisam de gravadoras, mas tem artistas provando que não. A gente precisa de diversidade na representação, em especial da juventude negra”, afirmou.

Como exemplo de ação local, Clara e Rhuan falam ao público como funciona o Coletivo BRONX, iniciativa que surgiu no bairro Restinga, em Porto Alegre, e vem se solidificando no cenário musical independente. A festa recebe mais de mil pessoas todo mês, dando espaço para novos músicos e DJs. A agenda pode ser acompanhada pela página: www.facebook.com/slaybronx/

O próximo AFTERNOW acontece no dia 4 de junho e recebe Estela Rocha, Google Women Will Leader POA. Saiba mais no site: http://www.afternow.com.br/

Anterior
Indústria do entretenimento independente é tema da segunda edição do AFTERNOW, em Porto Alegre
Próximo
Ovelhas negras: o BS Festival 2018 vem aí!

0 Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.