1549.01388.38624 1 0 4000 1 http://blacksheepproject.com.br/blog 300

Indústria criativa do RS articula calendário de eventos 2018

0 Comentários

Um Happy Hour que reuniu representantes de diversos eventos do Rio Grande do Sul marcou, na noite de 2 de abril, em Porto Alegre, o alinhamento de calendário e conteúdo da indústria criativa do estado para 2018. Entidades e empresas organizadoras de quatro dos festivais – Festival de Interatividade e Comunicação – FIC18; o Festival da Transformação – FT18; Black Sheep Festival – BS Festival e a Gramado Summit – falaram sobre a necessidade de se atuar de forma colaborativa em um ano marcado por Copa do Mundo e eleições. Foram anunciadas as datas dos eventos e um pouco do que está sendo preparado para o público em temas como inovação, empreendedorismo, tecnologia, economia da experiência, startups, marketing digital, entre outros.

João Ramos, do BS Festival, iniciativa do Black Sheep Project, abriu o encontro falando que o ano de 2017 foi muito significativo na consolidação de eventos de inovação e empreendedorismo em Porto Alegre. “Por isso consideramos importante para esse ano ter esse alinhamento das propostas, eliminando a ideia de se pensar sob o ponto de vista de concorrência, focando muito mais em colaboração. O BS Festival vem com sua segunda edição em 1 e 2 de setembro, mantendo a premissa de democratizar a inovação, desconstruir algumas ideias e incluir”, destacou.

Pelo FIC18, Sebastião Ribeiro, diretor de eventos da Abradi/RS, reforçou a ideia de alinhamento dessas ideias e de outras que possam vir a fazer parte desse calendário do estado e falou da expectativa para a 14? edição do FIC. “O que posso adiantar nesse momento sobre o FIC18 é a data – 18 e 19 de outubro – mas quem foi ano passado sabe da qualidade do conteúdo, o que nos traz o desafio de superar e subir essa régua esse ano”, disse.

Mastrângela Teixeira, gerente da ADVB/RS, que promove o FT18, falou do desafio de fazer uma segunda edição ainda mais inovadora do festival que reuniu mais de 3.500 pessoas. “O FT foi uma resposta da ADVB/RS ao mercado para conversar com um público jovem e que faz acontecer. Ele nos desafiou pelo tamanho e formato, mas também nos surpreendeu pela receptividade. O trabalho já está a todo vapor para que os quatro hubs – inovação, empreendedorismo, marketing e tecnologia – tragam ainda mais novidades”, afirmou.

Marcus Rossi, da Gramado Summit, trouxe um pouco do mundo das startups, foco do evento na serra gaúcha, e de seu entusiasmo com o crescimento desse mercado. “Em agosto desse ano teremos 150 startups mostrando seu trabalho. Será uma imersão no que é empreendedorismo digital e vamos mostrar porque as startups estão mudando o mundo”, falou convidando todos a visitar Gramado.

Confira o calendário desses e outros eventos de inovação pelo RS:

Anterior
Quem não quer conhecer o futuro?
Próximo
Peter Kronstrøm “A responsabilidade pelo futuro é nossa”

0 Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.