1549.01388.38624 1 0 4000 1 http://blacksheepproject.com.br/blog 300

Deixe de lado o vá com calma e dê lugar ao vá com tudo

0 Comentários

Ser for para realizar algo com significado, é preciso ser extremo e testar os próprios limites.

Pessoas fazem coisas sem se perguntar o motivo de estar realizando aquilo, sentem-se aflitas com essa necessidade, acabam vivendo experiências superficiais e, pior ainda, abandonando projetos importantes no meio do caminho por medo de pisar fundo no acelerador. Mas quem foi que disse que se jogar de cabeça em um propósito dói, faz mal à saúde ou nos leva ao fracasso? Pelo contrário.

É consenso nos dias de hoje que, com toda essa necessidade de gerar significado, viver situações limites e extremas, passa a ser um catalisador de alto nível desse tipo de simbolismo. Então aquela velha história de “vá com calma” está dando lugar ao “vá com tudo, o céu é limite, voa”. Estamos em um momento em que os realizadores passam a ser os protagonistas. Talvez por isso, vivemos a era do fazer, dos grandes festivais e do live.

Sonja Guina / Unsplash

Para nós do BS Project, está claro que a jornada é muito mais significativa do que o resultado dela. São as experiências e a maneira como incorporamos elas em nossas trajetórias que dão sentido a nossa existência. Esse conceito vem ao encontro do que falou um dos speakers do último BS Festival, Juan Pablo Boeira, presidente do Grupo de Marketing da ARP .

“Ir no Burning Man, festival que reúne mais de 70 mil pessoas no deserto de Nevada, é uma prova de autoconhecimento. Aprende-se a viver com pouco, adquire-se uma noção de diversidade. Muda-se a noção de julgamento, trabalha seu desapego e te dá a chance de compreender seus próprios limites, além de ganhar mais noção de convivência”.

É hora de parar de fingir para si próprio. A sua busca por significados necessita de um choque de realidade. Isso quer dizer que devemos focar cada vez mais nos problemas e não fugir deles ou passar a vida apagando incêndios, pois a solução é apenas a consequência desse processo. Boas perguntas nos levam a respostas interessantes.

Ao focar nos problemas, entenda de uma vez por todas que fazer certo não é o mesmo que fazer o que é certo. Fazer certo significa fazer bem feito, com excelência operacional, enquanto fazer a coisa certa visa a estratégia competitiva. Dentro da lógica da inovação e da busca por novos modelos que façam sentido, gerem significado e nos levem a uma experiência plena, level hard, é preciso fazer a coisa certa, preferencialmente fazendo certo. Sacou?

Paul Gilmore / Unsplash
Anterior
Gerar significado é o próximo hype
Próximo
Empreendedorismo como estilo de vida

0 Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.